Membros da iniciativa filiados a sete legendas diferentes conquistaram dez vagas para o Congresso Nacional e seis para Assembleias Legislativas Estaduais

O RenovaBR, instituto de formação de lideranças políticas, teve 16 líderes eleitos neste domingo (7). Entre eles, dez postulantes ao Congresso Nacional e seis às Assembleias Legislativas Estaduais. Ao todo, integrantes do RenovaBR receberam mais de 4.5 milhões de votos.

Alessandro Vieira (REDE) foi o senador formado pelo RenovaBR eleito por Sergipe. Em São Paulo, Tábata Amaral (PDT) e Vinicius Poit (NOVO) foram eleitos deputados federais. Já Daniel José (NOVO), Heni Ozi Cukier (NOVO), Marina Helou (REDE) e Ricardo Mellão (NOVO), vão ocupar vagas na Câmara Legislativa de São Paulo.

No Rio de Janeiro, Marcelo Calero (PPS), Paulo Ganime (NOVO) e Luiz Lima (PSL) foram eleitos para o Congresso Nacional, assim como os mineiros Tiago Mitraud (NOVO) e Lucas Gonzalez (NOVO), e o capixaba Felipe Rigoni (PSB). Fábio Ostermann (NOVO) foi o postulante eleito para a Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Na região Norte, Joênia Wapichana (REDE) foi eleita deputada federal por Roraima. Já na região Nordeste, David Maia (DEM) conquistou uma vaga na Câmara Legislativa de Alagoas.

Fundado em outubro de 2017, o RenovaBR formou 133 lideranças de janeiro a junho. Após o fim do primeiro módulo de formação, 120 delas se lançaram ao pleito por 22 partidos diferentes.

“É uma imensa alegria ver que iniciativas da sociedade civil, como o RenovaBR, estão mostrando que é possível um cidadão comum, conectado a outros, fazer a diferença e mudar a política do Brasil. A renovação não é uma tarefa fácil e não vai acontecer do dia para a noite, mas esta eleição foi o primeiro passo na direção certa”, afirma Eduardo Mufarej, fundador do RenovaBR.